quarta-feira, novembro 03, 2004

Será que vão falar ainda de legitimidade?

Consulto o sítio da CNN sobre as eleições americanas e vejo que, em voto popular, Bush tem mais 3 522 952 votos do que Kerry.

Será que se Kerry ganhar no Ohio, o que é improvável, ouviremos os suspeitos do costume dizer que ele não terá legitimidade porque não ganhou no voto popular?

Nas eleições de 2000, e nos dias anteriores a estas, ouvimos os maiores disparates sobre o assunto, próprios de quem ignora o que é um sistema eleitoral federal (ignorando também que os sistemas, por exemplo, da França ou da Inglaterra também são proporcionais quanto aos lugarees do parlamento).

Todas estas acusações não tinham fundamento algum, pelo que no caso de Kerry ganhar o Ohio, ele teria toda a legitimidade do mundo para governar. Mas estou certo que não ouviríamos um um único pio dessas carpideiras...

Os democratas têm que ter paciência, daqui a 4 anos haverá outras eleições. Eu há vinte anos que não consigo eleger um presidente do meu gosto aqui em Portugal (não, nem o Sampaio). Espero em 2006, eleger um (seja ele quem for desde que não seja de esquerda, por isso tanto votarei no Cavaco, no Santana ou no Marcelo, é-me indiferente. É claro que o Freitas está fora de questão).