segunda-feira, fevereiro 14, 2005

O ataque aos profissionais liberais

Ouço Vieira da Silva (acho que é assim que se chama), do PS, na Antena 1, a dizer que se os socialistas ganharem as eleições os profissionais liberais vão ver as contribuições mínimas para a segurança social aumentadas, pois em vez de calculada sobre 1X o salário mínimo para 1,5X.

É claro que o senhor tentou justificar e disse que não era para paliar a crise actual da Segurança Social (não, nada disso, coitadinhos), mas porque as pessoas durante longos anos contribuem o mínimo e, nos últimos anos de vida de trabalho, descontam por mais para terem melhor reforma.

Para além desta desculpa não pegar, o que eles querem mesmo é receber mais 200 milhões de euros do pé para a mão, provavelmente não se apercebem que se há profissionais liberais que não têm problemas com isso, muitos outros vão-se ver autenticamente "à rasca" para cumprir com as suas obrigações.

Sei do que falo, pois desde 1990 que sou profissional liberal e se agora não tenho problemas, o certo é que a profissão é de altos e baixos constantes. O profissionais liberais que ganham rios de dinheiro são pouquíssimos, a maioria tem rendimentos que apenas vão dando para viver.

Por outro lado, a situação actual permite que pessoas como eu contribuam, mas ao mesmo tempo possam arranjar os seus próprios esquemas de poupança e reforma. O PS está a querer obrigar-nos a descontar mais e continuar a ter o mesmo serviço em vez de canalizarmos as nossas disponibilidades para melhorarmos a assistência que temos.

Bem, no final de contas, mais uma razão para não votar PS.

1 Comments:

Anonymous Anónimo said...

É um dos da matilha guterrista!

2/14/2005 04:00:00 da tarde  

Enviar um comentário

<< Home