terça-feira, abril 26, 2005

Anti-semitismo intelectual uma vez mais

Estes senhores sempre levaram para a frente o boicote académico a duas universidades israelitas (por estas alegadamente colaborarem com o estado israelita nos territórios ocupados), aliás como era previsto e eu tinha escrito nesta entrada n'O Insurgente em 5 de Abril.

Eu já escrevi anteriormente sobre os boicotes académicos a Israel (ver esta entrada (no Super Flumina) pelo que não me vou alongar muito mais sobre o assunto.

Todavia, apraz-me registar que alguns membros desta associação britânica de professores universitários, segundo esta notícia estão a reagir e a protestar junto da associação.

De facto, estes boicotes são absolutamente hipócritas e injustificados, ainda para mais numa altura que se regista uma acalmia nas relações israelo-árabes - embora a gente saiba que organizações como o Hamas, por exemplo, estão de má-fé como se pode comprovar aqui - pelo que este boicote nada vem acrescentar a não ser o facto de representar a confirmação do anti-semitismo que vai grassando entre muitos (soi-disant?) intelectuais universitários por esse mundo fora.