terça-feira, maio 17, 2005

Educação blairista

Tony Blair pode não ser considerado como um verdadeiro trabalhista por muita gente de esquerda. Mas a verdade é que, no domínio da educação, a sua política tem seguido os princípios mais dignos ditados pelos "cientistas de educação".

Por isso esta notícia não me surpreende nada:

Examiners marking an English test taken by 600,000 14-year-olds have been told not to deduct marks for incorrect spelling on the main writing paper, worth nearly a third of the overall marks.

The rule, issued by the Qualifications and Curriculum Authority, means that pupils could spell every word wrongly in the most significant piece of writing that they are required to do and yet still receive full marks.

Ministers are particularly concerned about exam results this year, having failed to achieve their 2004 target of 75 per cent of 14-year-olds reaching the level expected in English. Just 71 per cent reached the standard, despite a multi-million pound Government strategy aimed at improving lessons in secondary schools.

Muito guterrista esta solução: os alunos não sabem escrever correctamente, então não se avalia a ortografia. Problema resolvido!

1 Comments:

Blogger Malapata said...

Por favor, fala o portugues, somos em Portugal! Eu traduz:

"Os examinadores que marcam um teste inglês feito exame por 600.000 14-year-olds foram ditos para não deduzir quase marcas para a soletração incorreta no papel de escrita principal, worth um third das marcas totais. A régua, emitida pelas qualificações e pela autoridade do curriculum, significa que os alunos poderiam soletrar cada palavra errada na parte a mais significativa de escrita que são requeridos para fazer no entanto receber ainda marcas cheias. Os ministros são concernidos particularmente sobre resultados do exam este ano, não conseguem seu alvo 2004 de 75 por cento de 14-year-olds que alcança o nível esperado em inglês. Apenas 71 por cento alcançaram o padrão, apesar de uma estratégia do governo da libra do multi-million visada melhorando lições em escolas secundárias."

5/17/2005 05:01:00 da tarde  

Enviar um comentário

<< Home