quarta-feira, julho 13, 2005

E há quem lhes chame combatentes pela liberdade

Vingt-quatre enfants tués dans un attentant suicide à Bagdad.

Para quem tinha dúvidas quanto à verdadeira natureza dos chamados "insurgentes" iraquianos (que não passam de "terroristas", mas que muita imprensa tradicional tem medo de utilizar a palavra), esta notícia deveria abrir-lhes os olhos.