quarta-feira, novembro 24, 2004

Dia Nacional da Cultura Científica

Comemora-se hoje o Dia Nacional da Cultura Científica. Não vou aqui falar sobre a Ciência em Portugal, embora seja notada a falta de cultura científica dos portugueses, mas apenas fazer notar que este Dia Nacional foi marcado para o dia em que nasceu Rómulo de Carvalho.

Rómulo de Carvalho nasceu em 24 de Novembro de 1906 e faleceu a 19 de Fevereiro de 1997. Foi um grande divulgador da ciência em Portugal. Quando andava eu no então Ciclo Preparatório (actual 2.º ciclo do Ensino Básico), os meus livros de Ciências naturais eram dele.

Mas também na disciplina de Português tínhamos que lidar com ele, agora já sob o nome de António Gedeão. Sob este pseudónimo, Gedeão foi um poeta popular, quem não conhece a a sua "Pedra Filosofal", em que frequentemente a ciência entrava pela poesia dentro.

Eis aqui, apenas, um exemplo:

A Catedral de Burgos

A catedral de Burgos tem trinta metros de altura
e as pupilas dos meus olhos dois milímetros de abertura.

Olha a catedral de Burgos com trinta metros de altura

1 Comments:

Blogger António Viriato said...

Ainda hoje escrevi a um colega sobre o grande Rómulo de Carvalho/António Gedeão, caso raro de conjunção de vocações e de harmoniosa convivência entre o génio da Cìência e o dom da Poesia,a mostrar que não há incompatibilidade entre os dois saberes, antes uma complementaridade. Claro que só os eleitos conseguem distinguir-se nos dois campos, mas um saber não rejeita o outro, mesmo no comum dos mortais. E, na poesia de Gedeão, é bem patente toda a sua vasta cultura científica, a provar que um espírito verdadeiramente culto não pode ignorar a Ciência, contrariamente ao que pensa certa intelectualidade deformada que por aí vemos perorar.
Bem lembrada esta eminente figura de português, espírito eclético e exemplo de cidadania para todos os seus compatriotas.

11/24/2004 11:53:00 da tarde  

Enviar um comentário

<< Home