segunda-feira, novembro 08, 2004

Holanda acorda para o pesadelo

Os holandeses, parece-me bem, estão a começar a acordar para o terrorismo islâmico dentro de portas, conforme nos informa esta notícia.

A morte de Van Gogh não terá sido obra de um fundamentalista isolado, mas de uma célula terrorista bem organizada.

As autoridades holandesas parecem dispostas a reagir e não negarem a existência do problema (ao contrário de outros países europeus).

O assunto é demasiado importante para se deicar cair no esquecimento. Ainda estamos a tempo para resolvê-lo. As ideias politicamente correctas e multiculturalistas não podem nem devem interferir nesta questão, pois trata-se em primeiro lugar de um ataque ao estado de direito.

Por isso, nenhuma abordagem desculpabilizadora pode ser permitida.

1 Comments:

Blogger António Viriato said...

Mais vale tarde que nunca, mas há muito que a Europa da permissividade e da tolerãncia sem critério enveredou por um caminho perigoso. Veremos se ainda vai a tempo de uma inflexão...
Aceitou há anos a condenação à morte de Salman Rushdie, por «crime» de opinião, em sua própria casa, com uma conformação aviltante e agora começa a ter dificuldade em reagir...

11/09/2004 11:48:00 da tarde  

Enviar um comentário

<< Home