sexta-feira, novembro 26, 2004

Reforma da ONU e já!

Andam para aí uma vozes a pedirem a reforma da ONU para que esta tenha mais capacidade de intervenção no mundo e evitar aventuras "unilaterais" (isto é, segundo eles, dos Estados Unidos).

É óbvio que eu não alinho nesta da ONU como uma espécie de governo mundial, Deus nos livre disso!, pois já na pouca coisas que pode fazer, falhou sempre estrondosamente (ver o caso do Ruanda). Os anos de Kofi Annan à sua frente foi totalmente desastrosa, onde a ONU se meteu houve sempre barraca (podem-me falar de Timor Leste, mas aí se não houvesse a Austrália e Portugal o processo teria falhado como todos os outros).

A ONU é uma torre de Babel, que ainda por cima nem sequer sabe para que lado há-de crescer.

Depois acontecem coisas como o "escândalo petróleo por alimentos" que, curiosamente, tão pouca repercussão tem tido nos nossos media. Agora vem uma notícia que diz que o filho de Annan recebeu dinheiro vindo deste programa...

Sem dúvida elucidativo...